Protesto lembra morte de brasileiro pela polícia

Um protesto contra a polícia do Estado de Nova Gales do Sul e em apoio à família do brasileiro Roberto Laudisio Curti reuniu 50 pessoas na frente do Consulado do Brasil em Sydney, ontem. A manifestação foi organizada pela Associação de Justiça Social Indígena, que também protestava contra a morte de aborígenes pela polícia. Curti morreu em março, em Sydney, após receber choques de Taser da polícia.

O Estado de S.Paulo

04 Abril 2012 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.