Protesto lembra desaparecimento da engenheira Patrícia Franco, em 2008

MANIFESTAÇÃO

, O Estado de S.Paulo

13 de junho de 2010 | 00h00

Família e amigos da engenheira Patrícia Franco, desaparecida em junho de 2008, fizeram ontem manifestação para lembrar dois anos do caso. Com camisetas com a inscrição "Cadê Patrícia?", eles voltaram à saída do Túnel Lagoa-Barra, onde o Palio da engenheira foi encontrado. "O que aconteceu com ela? Tem de haver julgamento", defendeu o pai, Antônio Franco.

Patrícia teria sofrido acidente, mas a perícia revelou que o carro tinha marcas de tiro, o cinto de segurança estava travado e o corpo fora retirado depois que o banco foi rebaixado.

Denunciado como autor dos disparos, o soldado William Luiz do Nascimento é acusado de homicídio. Outros dois soldados e um cabo respondem por ocultação de provas. Eles aguardam julgamento em liberdade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.