Protesto em SP complica trânsito

Manifestação de centrais sindicais e empresários contra política industrial movimenta mais de 2 mil ônibus e atrapalha tráfego na zona sul

estadão.com.br

04 Abril 2012 | 11h02

São Paulo, 4 - A cidade de São Paulo chegou a registrar na manhã desta quarta-feira, 4, mais de 94 km de congestionamento por volta das 9h, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O valor é cerca de 10 km acima da média superior para este horário.

De acordo com a CET, as lentidões acontecem em função do deslocamento de mais de dois mil ônibus com sindicalistas e manifestantes em direção ao Parque do Ibirapuera para a manifestação Grito de Alerta, contra a política industrial do País. As centrais sindicais, que organizam a manifestação ao lado de empresários, dizem esperar mais de 100 mil pessoas no evento em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo.

As principais vias afetadas são Avenida Pedro Alvares Cabral, local onde acontece a manifestação, Avenida dos Bandeirantes, no sentido marginal, Viaduto Aliomar Baleeiro, Marginal do Rio Tietê e a Radial Leste, com cerca de 4 km de tráfego intenso por causa do excesso de veículos.

Mais conteúdo sobre:
trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.