Protesto contra aumento salarial de Kassab reúne manifestantes na zona oeste de SP

A partir de janeiro de 2012, prefeito de São Paulo vai receber R$ 24 mil

Marília Lopes, de O Estado de S. Paulo,

09 Julho 2011 | 16h28

O ato planejado para a tarde deste sábado, 9, para protestar contra o aumento salarial do prefeito Gilberto Kassab (sem partido) reúne algumas pessoas em frente ao Shopping Iguatemi, no Jardim Paulistano, na zona oeste de São Paulo.

 

Pelo Facebook, cerca de 8.400 pessoas confirmaram presença no evento, intitulado "Rango na casa do Kassab", marcado para começar às 14h deste sábado. Porém, segundo a Polícia Militar, apenas alguns manifestantes estão no local. O protesto é pacífico e a PM apenas monitora o local.

 

O prefeito mora em um apartamento próximo ao shopping. E os manifestantes pretendem continuar o protesto em frente ao prédio dele.

 

Os participantes protestam contra o novo aumento do salário do prefeito aprovado pela Câmara nesta semana - a partir de janeiro de 2012, Kassab vai receber R$ 24 mil.

 

No Facebook, a "criadora" do evento, Débora Gepp, convida para a manifestação: "Que tal comemorarmos o aumento de salário do nosso digníssimo prefeito Gilberto Kassab? Vamos bater um rango, lá na casa dele, no próximo sabadão, por que afinal com o reajuste, o salário dos secretários terá um aumento de 250% no ano que vem, passando de R$ 5.344 para R$ 19.294. Já o do prefeito terá aumento de 20% e subirá para R$ 24.117 --hoje, ele ganha R$ 20.042. Tem dinheiro o bastante pra pagá um rango pra nóis né não? Ah! Mas não se esqueçam de levar a sobremesa: uma tigela cheia de indignação!"

 

Mais conteúdo sobre:
protesto Kassab salário

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.