Alessandro Valle/ABCDIGIPRESS
Alessandro Valle/ABCDIGIPRESS

Protesto contra aumento de passagem acaba em confronto no Metrô

Manifestantes invadiram estação Anhangabaú e foram repreendidos pela polícia e seguranças da companhia

Priscila Trindade e Ítalo Reis, Estadão.com.br

17 Março 2011 | 23h03

SÃO PAULO - A manifestação do Movimento Passe Livre (MPL), que se estendeu durante toda a tarde e início da noite desta quinta-feira, 17, acabou em confronto entre os manifestantes, policiais militares e seguranças do Metrô, dentro da estação Anhangabaú, no centro.

 

Os manifestantes protestaram mais uma vez contra o aumento da tarifa de ônibus, que passou para R$ 3,00. Saindo de frente o Teatro Municipal, o grupo passou pela sede da Prefeitura e pelo Terminal Bandeira, com faixas e placas pedindo a negociação da tarifa.

 

Por volta das 21h, alguns manifestantes do grupo invadiram a estação da Linha 3-Vermelha, o que provocou tumulto. A Polícia Militar, que acompanhava a ação, disse que a intervenção foi necessária para conter a desordem provocada pelo grupo. Oito agentes de segurança do Metrô ficaram feridos. Segundo o MPL, jovens e estudantes que participavam da manifestação também ficaram feridos com a repressão e a confusão.

 

De acordo com o Metrô, também foram causados danos ao patrimônio da companhia, como catracas e vidros das cabines no acesso à estação. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom).

 

Atualizado às 10h41 de 18/03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.