JB Neto/AE
JB Neto/AE

Protesto ao incidente que feriu ciclista interdita a Av. Paulista

Na frente do grupo, a mãe de David levava uma placa com os dizeres 'álcool e volante não tem direção'

Juliana Deodoro, de O Estado de S. Paulo,

17 de março de 2013 | 18h25

Cerca de cem pessoas interditaram parcialmente a Avenida Paulista, no início da noite deste domingo, 17, por quase duas horas em protesto ao incidente que feriu o ciclista David Souza Santos há uma semana.

 

Na frente do grupo, a mãe de David, Antonia Ferreira Santos levava uma placa com os dizeres "álcool e volante não tem direção". "Essa passeata mostra que tem muita gente torcendo pelo meu filho e nos dá muita força", disse Antonia.

 

O protesto começou na Praça do ciclista e por volta das 18h, o grupo se concentrava na porta da casa do Prefeito Fernando Haddad, no Paraíso.

 

David teve o braço direito decepado no último domingo ao ser atropelado pelo estudante de psicologia Alex Siwek, de 22 anos. O motorista não parou para prestar socorro e jogou o braço da vítima no Córrego do Ipiranga, na zona sul de São Paulo.

 

Siwek foi preso e, depois de ter o pedido de fiança, foi transferido na sexta para a Penitenciária de Tremembé, no interior do Estado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.