Proposta também faria cidade perder novo parque

O mesmo projeto que anistia os débitos dos clubes também tira da cidade a possibilidade de ganhar mais um parque público. Isso porque essa proposta enviada à Câmara regulariza a ocupação dos terrenos usados pelo São Paulo e pelo Palmeiras como centro de treinamento na região da Barra Funda, zona oeste. Os clubes teriam mais 70 anos de concessão.

O Estado de S.Paulo

24 Outubro 2012 | 03h02

Trata-se de uma área de 160 mil metros quadrados que pertence à Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e, segundo planejamento da própria Prefeitura, seria usada como área verde para compensar o adensamento populacional planejado na Operação Urbana Água Branca.

Se virasse lei, o projeto ainda favoreceria o Corinthians, que fez seu estacionamento em via pública, e a Portuguesa, que também construiu em área da Prefeitura. Os clubes Ipê, Círculo Militar, Penha, Esperia e Juventus também teriam vantagens. /A.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.