Promotoria vai investigar implosão que só derrubou 2 dos 6 andares de moinho

O Ministério Público Estadual (MPE) deve investigar a implosão do antigo Moinho Central, em Campos Elísios, na região central, que ameaçava cair após incêndio. Com a detonação dos explosivos, na tarde de domingo, só dois dos seis andares vieram abaixo - os outros estão sendo demolidos de forma mecânica.

O Estado de S.Paulo

05 de janeiro de 2012 | 03h03

A Promotoria de Habitação e Urbanismo vai avaliar os resultados da ação e verificar se a construção ainda oferece riscos às duas linhas de trem que passam ao lado do prédio. A vistoria do MPE deverá ser feita na próxima segunda-feira, quando termina o recesso do órgão.

Segundo o promotor Maurício Ribeiro Lopes, dependendo dos resultados, a Promotoria poderá "entrar com ação contra a Prefeitura por uma situação de risco causado à população pela má execução de um serviço público".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.