Promotoria pede abertura de inquérito para averiguar ação da PM na USP

O Ministério Público de São Paulo solicitou a instauração de um inquérito policial para apurar os fatos que envolveram a ação da Polícia Militar durante a reintegração de posse da Reitoria da Universidade de São Paulo (USP), que aconteceu no dia 8. Cerca de 400 homens da Tropa de Choque entraram no prédio para esvaziá-lo, e alguns estudantes classificaram a ação como truculenta.

O Estado de S.Paulo

23 Novembro 2011 | 03h03

Segundo o MP, o pedido foi enviado pelo Promotor de Justiça de Direitos Humanos, Eduardo Valério. Ele também enviou uma cópia do documento para a Corregedoria da PM, para as devidas averiguações. A reintegração atendeu a determinação judicial, após requerimento da administração do câmpus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.