Promotoria ouve F., 12 anos e 10 infrações, nesta segunda

Como é reincidente e tem mais de 11 anos, a Justiça pode decidir pela internação na Fundação Casa (ex-Febem)

Da Redação,

05 Janeiro 2009 | 10h12

A Promotoria da Infância e Juventude de São Paulo vai ouvir nesta segunda-feira, 5, o depoimento do garoto F., de 12 anos, detido no sábado pela décima vez em pouco mais de um ano cometendo um ato infracional. Na madrugada de sábado, o menino foi detido em um carro furtado. Com ele havia um adolescente de 17 anos. Como é reincidente e tem mais de 11 anos, a Justiça pode decidir pela internação na Fundação Casa (ex-Febem).   Veja também: F. é 'precoce' e se nega a viver nas condições em que vive Ele não pode ser penalizado, dizem especialistas   Da última vez em que foi levado para uma delegacia, no último dia 16 de dezembro, F. estava em um Santana furtado com outros três adolescentes, de 14, 16 e 17 anos. Os menores foram detidos no Jardim São Bernardo, na região do Grajaú. Na ocasião, F. e o adolescente de 16 anos foram levados algemados à Fundação Casa (antiga Febem). Os outros dois jovens, por não terem passagem pela polícia, foram liberados.   Histórico de F.   F. foi detido no dia 23 de outubro do ano passado, já com 12 anos completos, idade mínima para que um menor seja encaminhado à Fundação Casa. Na ocasião, o menor também estava com um veículo furtado no bairro Jardim Sabará, quando policiais pediram para que ele parasse. F. não obedeceu, fugiu com o carro e bateu em um poste, mas não ficou ferido. O caso foi registrado no 80º DP (Vila Joaniza).   Na sétima vez em que foi detido, no dia 25 de agosto de 2008, o menor dirigia um Chevette branco roubado quando foi parado por PMs na Vila Joaniza, na zona sul. Na ocasião, ele ainda tinha 11 anos e estava acompanhado por outros três menores, de 14, 15 e 16 anos. Desta vez, F. foi encaminhado a um abrigo de nome não divulgado pela Justiça.   O primeiro boletim de ocorrência que cita F. foi registrado no dia 31 de outubro de 2007, quando ele dirigia uma moto emprestada sem permissão. Os outros, todos do ano passado, são por dirigir sem permissão (dia 27 de abril), furto à farmácia (dia 28 de junho), apreensão de veículo (16 de agosto), desacato (17 de agosto) e furto de veículo (22 de agosto).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.