Promotoria dá prazo para sinalização

A Prefeitura de São Paulo terá um prazo de 15 dias - que começou a contar em 28 de abril - para prestar esclarecimentos ao Ministério Público sobre a falta de pinturas de faixas horizontais em ruas da cidade. Além disso, também deverá ceder informações em até dez dias sobre a regularização desse tipo de sinalização na nova pista da Marginal do Tietê. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que vai enviar as informações.

, O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2010 | 00h00

As informações foram solicitadas pela promotora de Habitação e Urbanismo Maria Amélia Nardy Pereira. Em maio do ano passado,ela instaurou um inquérito civil para apurar falhas em faixas de pedestres e nas demarcações para os veículos.

A CET e a Secretaria dos Transportes ofereceram dados ao Ministério Público. "Mas algumas informações que foram enviadas são vagas e inconclusivas. Sabemos que é necessário esperar até três semanas para colocar a pintura em um asfalto novo. Mas a Marginal do Pinheiros, por exemplo, foi recapeada há mais de um ano", disse Maria Amélia. Segundo a promotora, a CET não sabe quantas vias apresentam o problema.

A CET alega que realiza a implementação e manutenção da sinalização de acordo com um planejamento mensal. "Alguns fatores como a secagem do asfalto e as chuvas podem exigir a reprogramação", informou a companhia, por meio de nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.