Promotores investigam internação de viciados

O Ministério Público vai investigar se os usuários de crack internados pela prefeitura do Rio na terça-feira estão nos hospitais voluntariamente e se têm indicação médica para ficar hospitalizados. Em reunião com promotores, o secretário municipal de Saúde, Hans Dohmann, disse que só está internado quem aceitou tratamento. No dia da operação, a prefeitura havia informado que 30 foram internados involuntariamente e 30 por vontade própria. Os promotores cobram ampliação da rede de atendimento.

O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2013 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.