Promotores colhem provas contra mais duas empresas

Mais duas incorporadoras entraram para a lista de empresas suspeitas de ligação com a quadrilha do Imposto Sobre Serviços (ISS). Documentos das empresas que haviam sido apreendidos no dia 30 de outubro na casa do auditor Luis Alexandre Cardoso Magalhães e foram analisados ontem devem motivar a convocação pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Artur Rodrigues, Bruno Ribeiro e Fabio Leite, O Estado de S.Paulo

27 Novembro 2013 | 02h06

Os nomes das empresas não foram divulgados. "O que a gente não sabe é se as notas estão corretas ou não. A gente tem de fazer uma análise mais profunda", disse o promotor que lidera as investigações do caso, Roberto Bodini.

Mais conteúdo sobre:
iss

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.