Promotor Roberto Porto é sondado para Segurança

O prefeito eleito Fernando Haddad (PT) afirmou ontem que iniciou conversas para ter o promotor de Justiça Roberto Porto, de 44 anos, em seu secretariado. Cotado para assumir a Secretaria Municipal de Segurança Urbana, Porto é um dos responsáveis por investigar a atuação da facção criminosa PCC nos presídios paulistas. Ele está no Grupo de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público desde 2003.

O Estado de S.Paulo

11 de dezembro de 2012 | 02h03

Ontem, Porto não negou nem confirmou o convite, apenas sinalizou que pode ter novidades nos próximos dias. A indicação ao cargo é disputada por representantes do PMDB, mas o nome do promotor teria sido aprovado por caciques do partido, como o vice-presidente Michel Temer.

Na gestão petista, estuda-se que a secretaria ganhe mais importância e o Psiu - de fiscalização do silêncio - sirva para ampliar a Operação Delegada, com o uso de policiais militares pela Prefeitura. /DIEGO ZANCHETTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.