Promessas do Estado ainda não foram nem licitadas

A previsão inicial era finalizar as obras em junho de 2013. Mas até agora elas nem foram licitadas. O pacote lançado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) em abril do ano passado para a zona leste da cidade prevê quatro melhorias viárias nas proximidades do futuro estádio do Corinthians.

O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2012 | 03h02

As mais esperadas são as novas alças de ligação entre as Avenidas Jacu-Pêssego e José Pinheiro Borges, a extensão da Radial Leste.

Estão previstas ainda a criação de duas novas avenidas: uma de ligação Norte-Sul no trecho entre as Avenidas Itaquera e José Pinheiro Borges, com transposições em desnível sobre as linhas de metrô e CPTM, e outra de articulação da nova Norte-Sul com a Avenida Miguel Inácio Curi, junto à adutora da Sabesp.

As modificações devem facilitar o acesso à arena e ampliar a infraestrutura da região, que receberá ainda novas escolas técnicas, fórum, laboratórios para a área de tecnologia da informação, centro de convenções e bases da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

De acordo com a Dersa, responsável pela execução das obras, o início dos trabalhos deve ocorrer ainda neste mês. A previsão agora é entregar o pacote em janeiro de 2014. O investimento estadual será de R$ 345,9 milhões. / A.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.