Promessa é desafogar praças de atendimento

Estimativa do governo é que 150 mil pessoas não precisem mais ir ao Detran

William Cardoso, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2011 | 00h00

O envio de documentos pelo correio e a solicitação de serviços via internet deverão tirar 150 mil pessoas dos postos de atendimento do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran) mensalmente. A expectativa é de que isso ocorra em até seis meses depois que o novo portal estiver em pleno funcionamento.

O Detran deverá colocar o site no ar já na próxima semana. Os primeiros serviços a serem oferecidos são o de ouvidoria e também a possibilidade de emissão da Permissão Internacional para Dirigir (PID) via internet.

A expectativa é de que a cada 10 ou 15 dias novos serviços sejam oferecidos no portal. Com a possibilidade de emissão da segunda via da carteira de habilitação pela internet, por exemplo, cerca de 25 mil atendimento deixarão de ser realizados pessoalmente, conforme as estimativas do departamento.

Testes em relação à segurança do site e possível inconsistência das informações existentes hoje no banco de dados impediram que o portal fosse colocado no ar anteriormente.

O Detran estima que grande parte dos motoristas tem o endereço desatualizado e, por isso, as correspondências não chegariam aos destinatários. O órgão estuda uma forma de atualizar os endereços sem expor dados que possam comprometer o sigilo das informações.

Estrutura. Na capital paulista, o posto de atendimento do Detran que funciona no Shopping Interlagos, na zona sul, será ampliado. Haverá também a adoção de uma unidade no Shopping Aricanduva, na zona leste. A medida servirá para descentralizar os serviços.

Na região central da capital, a sede do Detran também deverá passar por uma completa reestruturação. O prédio na Avenida do Estado, próximo da Estação Armênia do Metrô, é criticado pelos usuários. "É o pior lugar de São Paulo, o mais confuso. Não há informação clara sobre nadada e fica difícil se orientar corretamente", afirma o sociólogo Danilo Guirro, de 24 anos, que ontem tentava obter cópia do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), que em breve estará na internet.

Serão implementadas ainda três unidades diferenciadas: uma delas em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, e outras duas no interior do Estado, em Americana e Aparecida. Até o ano que vem, todos os postos de atendimento deverão ser reformulados.

A Secretaria de Gestão Pública também vai montar um conselho com representantes de universidades estaduais, da Fundação Paula Souza e outros especialistas para aprimorar as avaliações, criar um sistema de educação para o trânsito e definir investimentos em campanhas educativas.

3 PERGUNTAS PARA...

Daniel Annenberg, coordenador do Detran-SP

1.Qual a intenção do Detran ao oferecer o envio de documentos pelo correio e serviços pela internet aos motoristas?

Queremos descomplicar a vida do cidadão, oferecer o padrão de atendimento que há no Poupatempo. Fazer também com que ele não precise se deslocar até um posto de atendimento.

2. O que será feito para mudar a atual estrutura dos postos de atendimento, que é bastante criticada pelos usuários?

O bom atendimento começa com a informação bem dada, com pessoas respeitando o cidadão, com comunicação visual eficiente, computador que funcione, sistema de controle de filas, um banheiro adequado, assim como o mobiliário.

3.Quando todos os postos de atendimento serão modernizados?

Todos esses itens vão ser adotados gradualmente até o ano que vem.

PONTOS-CHAVE

Atendimento será mais fácil pela internet

Online

Objetivo da mudança nos procedimentos do Detran é, além de diminuir a quantidade de filas,

aumentar a interação com usuários por meio da internet.

46%

dos proprietários de veículos devem pedir cópia do certificado de licenciamento pelo correio. Hoje não há esse tipo de emissão: ela deve ser pedida pessoalmente.

60 mil

acessos por dia é a previsão de movimento no portal do Detran (www.detran.sp.gov.br) na internet em até seis meses. Hoje são 12 mil acessos diários no site.

18 mil

acessos por dia deve ter o link, no portal, do guia de serviços. Por meio dele, usuários terão informações sobre como fazer os pedidos para o Detran.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.