Promessa de 2008 ainda não tem projeto

Para desafogar o trânsito da região central, principalmente no horário de pico, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) anunciou em 2008 o projeto do Apoio Sul da Marginal do Tietê. A obra serviria para facilitar o escoamento de ônibus e carros entre o centro e a zona leste, área com maior concentração populacional da cidade e menor oferta de empregos.

O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2012 | 03h05

Além de ajudar a descongestionar a sempre lenta Radial Leste, a via seria uma alternativa à Marginal, que costuma travar no sentido zona leste no horário de pico da noite.

O Apoio Sul seria, na verdade, um prolongamento da Avenida Marquês de São Vicente, que liga a Lapa ao Bom Retiro, passando pela Barra Funda. A avenida seria estendida até Aricanduva, na zona leste. Quando foi anunciada pela Prefeitura, em 2008, a expectativa era de que três milhões de veículos passassem a utilizá-la diariamente.

Com a inauguração das novas pistas da Marginal do Tietê, no entanto, o Apoio Sul perdeu força na Prefeitura e ficou em segundo plano. O projeto executivo e o licenciamento ambiental, contratados por R$ 3,5 milhões em 2008, estavam previstos para ficar prontos em 2011. Mas, questionada pela reportagem, a Prefeitura informou apenas que esses estudos ainda não foram concluídos. Não há previsão para que qualquer obra comece até o fim da atual gestão. / RODRIGO BURGARELLI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.