Ana Paula Niederauer/Estadão
Ana Paula Niederauer/Estadão

Projetos de concessão serão aprovados nos próximos 30 dias, diz Doria

Pacote inclui parques, planetários e terminais de ônibus 

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

23 Agosto 2017 | 14h46

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quarta-feira, 23, que o pacote de concessões de serviços e equipamentos públicos à iniciativa privada, promessa de campanha do tucano, será aprovado pela Câmara Municipal de São Paulo, em definitivo, dentro dos próximos 30 dias. 

"Nós estamos muito confiantes no bom trabalho que a Câmara Municipal de São Paulo tem feito", argumentou o prefeito.

O pacote inclui parques, planetários, mercados, sacolões, serviço de guincho, aluguel de bicicleta, mobiliário urbano, terminais de ônibus e o sistema de Bilhete Único. 

No dia 3 de julho, em primeira votação,com o apoio de parlamentares do Grupo dos 17, bloco de vereadores insatisfeitos que integram a base de Doria, o pacote foi aprovado, em 1ª votação, com 36 votos a favor, 12 contrários e 1 abstenção, entre os 55 parlamentares (6 não votaram). Três propostas alternativas (substitutivos) apresentadas por Antonio Donato, (PT), José Police Neto (PSD) e Mario Covas Neto (PSDB) foram rejeitadas.

Questionado sobre a pequena quantidade de projetos do Executivo enviados à Camara, Doria disse que quem faz projeto é o Legislativo, não o Executivo. 

 " Nós temos um bom Legislativo na Câmara Municipal, cabe a eles a execução de projetos de lei, não cabe ao Executivo ficar mandando projetos em larga quantidade se tem um bom Legislativo", afirmou o Prefeito.

Aplicativo Projeto Redenção

A Prefeitura de São Paulo lançou nesta quarta-feira, 23, o aplicativo do Redenção, projeto que tem como objetivo acolher e tratar os dependentes químicos da Cracolândia.

O aplicativo, que já está disponível para download nas plataformas IOS e Android, não é voltado ao usuário de droga. 

Segundo o Prefeito João Doria, o objetivo principal do aplicativo é dar acesso a informação e transparência à população. 

O App do Redenção traz seis ícones com objetivos do projeto, assistência social, mapas com as localizações de equipamentos de saúde e acesso ao banco de pessoas desaparecidas, com fotos, data do desaparecimento e características físicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.