Projetores da Ponte Estaiada na zona sul de SP são roubados

Prejuízo estimado com furto de 94 equipamentos de luz é de R$ 1 milhão

Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2012 | 13h56

Atualizado às 19h51 de 23/01

SÃO PAULO - Às vésperas do aniversário de 458 anos de São Paulo, um dos principais cartões postais da cidade, a Ponte Otávio Frias de Oliveira, conhecida como Ponte Estaiada, teve 94 dos 142 projetores de luz computadorizados furtados no dia 9 de janeiro

Atualmente, a ponte está sendo iluminada por um sistema de refletores improvisado, feito a base de holofotes comuns, que não permitem que a ponte mude de cor. O sistema de iluminação da Ponte Estaiada é um dos principais atrativos da obra, coordenado por computadores que programam a sequência de luzes durante à noite.

O prejuízo estimado é de R$ 1 milhão e as luzes, que vêm da China, devem demorar pelo menos 90 dias para serem substituídas.

Além disso, o furto causou um problema: na semana em que as luzes foram roubadas, a Prefeitura gravava imagens onde homenageava a China pelo Ano do Dragão projetando luzes vermelhas na ponte. Teve que improvisar com gelatinas de teatro vermelhas.

Tudo o que sabemos sobre:
ponte estaiada, sp,

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.