Projeto prevê reajuste também para 2º escalão

Vereadores também aprovaram ontem em primeiro turno, com 29 votos a favor e 8 contra, projeto do Executivo que reajusta em até 236% salários de chefes de 2º escalão - 28 secretários adjuntos e 59 chefes de gabinete de secretarias e subprefeituras, além de superintendentes de autarquias e fundações. O projeto, publicado ontem no Diário Oficial, vai causar impacto de R$ 19,3 milhões por ano aos cofres municipais a partir de 2012 e cria supersalários de até R$ 35 mil na Prefeitura. Vencimentos dos 28 subprefeitos coronéis da reserva da PM, por exemplo, vão saltar de R$ 6.573,27 para R$ 19.294,10. Eles já acumulam aposentadorias de até R$ 17 mil. O teto do funcionalismo é de R$ 24.117,62. "Serão coronéis marajás comandando subprefeituras, que vão ganhar mais do que qualquer juiz ou ministro", diz o vereador Antonio Donato (PT). / D.Z.

O Estado de S.Paulo

24 Novembro 2011 | 03h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.