Projeto final da Nova Luz deve ser apresentado no início de julho

Última reunião técnica sobre o projeto de revitalização da região foi realizada hoje pelo prefeito Kassab

Marcela Gonsalves, estadão.com.br

16 de junho de 2011 | 18h22

SÃO PAULO - Foi realizada nesta quinta-feira, 16, a última reunião técnica sobre o projeto urbanístico da Nova Luz, na região central de São Paulo. Segundo o prefeito Gilberto Kassab ideias da comunidade foram incorporadas ao projeto e a apresentação de sua versão final deve ser marcada para o início de julho.

 

Além da atuação integral do concessionário, entre as novas alternativas, os proprietários poderão fazer as intervenções nos imóveis de uma quadra por conta própria, atendendo às diretrizes do projeto urbanístico. Outra possibilidade será uma atuação conjunta entre o concessionário e proprietários dos imóveis.

 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Miguel Bucalem, os moradores terão prioridade para participar da requalificação da área. "O concessionário terá como premissa a negociação com os proprietários e só adotar os mecanismos de desapropriação quando não obtiver sucesso", afirmou.

 

Um cronograma das intervenções nas quadras foi integrado ao projeto como forma de manter as atividades econômicas na região. O projeto vai ser implantado em cinco fases, cada uma correspondente a um conjunto de quadras que serão implantadas sucessivamente.

 

Segundo Bucalem, haverá um incremento de 90% das habitações a partir do projeto, com cerca de 2,5 mil unidades de mercado popular, além de outras 2,7 mil novas unidades habitacionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.