Projeto é um reconhecimento ao ''grande arquiteto''

Áureo Nogueira de Freitas, vigário episcopal da Arquidiocese de BH, afirma que a intenção é erguer uma obra "mais contextualizada", "não apenas mais um templo". "Uma catedral que seja um lugar de dinâmica evangelizadora, de fazer ecoar a evangelização pelo viés da cultura, pelo viés espiritual, dentro do contexto da contemporaneidade."

Eduardo Kattah, O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2011 | 00h00

O vigário destacou que a contratação do escritório de Niemeyer é um reconhecimento do trabalho do "grande arquiteto". "Niemeyer é uma expressão reconhecida não só no Brasil, mas mundialmente por seus monumentos", disse. "Essa catedral será uma expressão não só da capital, mas do Estado de Minas."

O ateu Niemeyer demonstrou satisfação com o reconhecimento. "Constato que a Igreja como instituição multicentenária se tenha transformado... E para melhor." Atualmente, em Belo Horizonte, ostenta o título de catedral a Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem, no centro. A Arquidiocese informou que não daria detalhes do projeto da Catedral Cristo Rei antes do lançamento oficial, no início de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.