Projeto de VLT de Santos terá rota ampliada

O secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, disse ontem que o governo do Estado decidiu ampliar o projeto do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) da Baixada Santista na tentativa de atrair mais empresas para a concorrência pública. Em 1.º de fevereiro, a licitação da primeira fase do projeto não atraiu nenhuma empresa. O novo edital ainda não tem data para sair, mas, segundo Fernandes, a secretaria vai trabalhar para lançá-lo neste ano.

Rejane Lima / SANTOS, O Estado de S.Paulo

24 Março 2011 | 00h00

O trecho santista vai ser ampliado em até 4 quilômetros. Na outra ponta, o traçado também vai ser aumentado para chegar até a Praia Grande já na primeira fase. Em Santos, o trajeto do VLT vai chegar até o bairro do Valongo, área do centro histórico que passa por um processo de revitalização. É ali que a Petrobras está construindo um complexo de três torres nas quais vão trabalhar aproximadamente 7 mil pessoas.

Fernandes afirma que a secretaria pretende realizar uma nova pesquisa de origem e destino na Baixada Santista no próximo ano, para atualizar as informações colhidas em 2005. Segundo ele, o VLT será uma "ponte metropolitana". "A ideia é, para deixar isso claro aos municípios, tanto em Mongaguá, quanto Peruíbe e Itanhaém, avançar com ele em característica regional", disse o secretário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.