TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Programa de gestão da água premiado na ONU pode ser adotado em SP

Cultivando Água Boa, da Itaipu Binacional, foi reconhecido este ano como o melhor programa no mundo em gestão de recursos hídricos

Paulina Chamorro, O Estado de S. Paulo

17 de setembro de 2015 | 11h34

A Agência Nacional de Águas (ANA) propõe a implementação de um programa de recuperação de bacias hidrográficas na região do Sistema Cantareira, principal manancial responsável pelo abastecimento de São Paulo. O Cultivando Água Boa, da Itaipu Binacional, foi reconhecido este ano como o melhor programa no mundo em gestão de recursos hídricos. 

Executado em 29 municípios, o programa, que desenvolve ações de educação ambiental e preservação de matas ciliares, entre outras, está sendo replicado também em dois países e no Estado de Minas Gerais. 

Ouça reportagem da Rádio Estadão:

Segundo o presidente da ANA, Vicente Andreu, o contato para a aplicação do programa já foi feito com o governo do Estado de São Paulo. "Não precisamos buscar em outros países. Podemos implantar essa, que é brasileira mesmo. Estou muito otimista, a sinalização do secretário Benedito Braga (de Recursos Hídricos) foi muito boa". 

A Secretaria de Recursos Hídricos informou ao presidente da ANA que São Paulo é totalmente favorável a um grande programa republicano. Em nota, defende a participação dos governos e sociedade civil para preservação de mata ciliar no entorno dos reservatórios brasileiros. 

A pasta acredita que a ação reduz a velocidade do assoreamento e protege a qualidade das águas.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.