Professores protestam contra a reforma da Previdência em SP

Manifestantes se concentraram no vão livre do MASP e depois seguiram pela Rua da Consolação

Thaís Barcellos, O Estado de S. Paulo

25 Março 2017 | 17h36

Professores protestaram contra a reforma da Previdência neste sábado, 25, na região central da capital paulista. De acordo com o Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem), o ato foi convocado não apenas em oposição à medida do governo federal, mas também contra a medida que institui o regime de previdência complementar para os servidores municipais (Sampaprev), em tramitação na Câmara da cidade.

 

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Militar, os manifestantes se concentraram a partir das 10h no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (MASP) com um carro de som. Depois, o grupo seguiu em trajeto pela Rua da Consolação, retornando à Avenida Paulista pela Rua Bela Cintra e pela Praça Oswaldo Cruz. Ainda conforme a PM, ao manifestação terminou às 13h.

 

A Polícia Militar disse que não fez estimativa do público presente. A comunicação da instituição informou que não houve nenhuma quebra da normalidade da ordem pública durante o protesto, além dos efeitos no trânsito local.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Protesto MASP Paulista São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.