Professores da rede estadual de SP fazem assembleia nesta sexta

Principais reivindicações da classe são reajuste salarial, fim das provinhas excludentes e atribuição de aulas mais justa

Julia Baptista, estadão.com.br

22 de outubro de 2010 | 15h16

SÃO PAULO - Os professores da rede estadual de ensino de São Paulo realizam nesta sexta-feira, 22, assembleia na Praça da República, no centro da capital, a partir das 15 horas. Segundo o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), entre as principais reivindicações estão reajuste salarial e o fim das provinhas excludentes e por uma atribuição de aulas justa.

 

"Desde que foi aprovada pela Assembleia Legislativa, em 2005, a data-base do funcionalismo (março) vem sistematicamente sendo desrespeitada pelo governo do Estado", disse a presidente da APEOESP, Maria Izabel Azevedo Noronha, a Bebel. Os professores reivindicam a reposição das perdas salariais dos últimos 12 anos - 34%, em março deste ano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.