Professor é suspeito de abusar de cinco alunas no interior de SP

Justiça decretou a prisão temporária do docente; meninas, de 9 e 10 anos, teriam sido molestadas em escola de Lucianópolis

Sandro Villar - Especial para o Estado

PRESIDENTE PRUDENTE - Um professor de 36 anos é suspeito de abusar sexualmente de cinco alunas da Escola Municipal Jurandir Ferreira, em Lucianópolis, no centro-oeste de São Paulo. As meninas, de 9 e 10 anos, teriam sofrido os abusos entre maio e junho, dentro da unidade de ensino. Ele teve a prisão temporária decretada pela Justiça por estupro de vulnerável, mas está foragido.

Casos aconteceram em uma escola pública de Lucianópolis, no interior de São Paulo Foto: Prefeitura de Lucianópolis

Segundo as denúncias, o professor colocava as mãos nas partes íntimas das estudantes, quando elas eram chamadas para apresentar tarefas no fundo da sala de aula. As alunas se queixaram do professor, o único homem a lecionar na escola. 

Continua após a publicidade

Além das vítimas, professoras e funcionários da escola também foram ouvidos.

"Ouvimos 14 testemunhas e decidimos pedir a prisão temporária desse professor", afirmou Paulo Calil, delegado de Duartina, que também atua em Lucianópolis. 

10 situações machistas que ainda ocorrem todos os dias

1 | 10 Que tal parar e ouvir o motivo de ela estar dizendo isso? Se ela se sente mal a respeito de alguma situação, há grandes chances de ter um bom motivo para isso.  Foto: Ammar Awad/Reuters
2 | 10 Assim como nos homens, as mudanças no humor e na personalidade femininas são influenciadas por fatores além da biologia. E mais: a tensão pré-menstrual se manifesta de formas diferentes em casa pessoa, inclusive não atingindo a todas as mulheres. Foto: Allison Joyce/Reuters
3 | 10 Moda e beleza ainda são vistos como assuntos femininos, enquanto esportes e tecnologia ainda são associados aos homens. Muitos garotas reclamam, por exemplo, que sempre precisam provar que entendem de um tema quanto ele é visto como masculino.  Foto: Toshiyuki Aizawa/Reuters
4 | 10 Mais do que isso, o 8 de março é um marco na luta das mulheres por oportunidades iguais. Em 2017, por exemplo, grupos em vários países organizaram protestos e greves gerais reivindicando mudanças. Foto: Anjum Naveed/AP Photo
5 | 10 Os estereótipos de gêneros chegam até aos aspectos emocionais, em que a sensibilidade é associada à mulher, enquanto o choro ainda é visto como um tabu para os homens. Como relata a blogueira Rita Lisauskas, a cobrança para seguir padrões de masculidade começa já na infância dos meninos. Foto: Rick Wilking/Reuters
6 | 10 Manter a casa em ordem não é favor, mas obrigação de todos que nela residem. Foto: Ueslei Marcelino/Reuters
7 | 10 As cobranças para se encaixar nos padrões de beleza abrange a todos, mas é ainda maior com as mulheres, que são comparadas a modelos irreais de beleza. Foto: Jon Nazca/Reuters
8 | 10 Enquanto estar sem companhia é uma opção natural para os homens, muitas mulheres enfrentam assédio quando resolvem sair sozinhas. Em ambientes como bares, ser abordada por pessoas desconhecidas é ainda comum. Foto: Vivek Prakash/Reuters
9 | 10 "E os namoradinhos?". A clássica pergunta chega a outro nível com a idade adulta, na qual mulheres ainda são cobradas a manter relacionamentos estáveis e buscar o casamento e ter filhos. Foto: Toby Melville/Reuters
10 | 10 Sentar com as pernas abertas pode ser confortável para o homem, mas vai consequentemente atrapalhar a passageira do lado. Não é incomum ver mulheres quase incolhidas no ônibus ou no metrô diante do espaço todo ocupado pelo colega do lado. Foto: Epitacio Pessoa/Estadão

O delegado não divulgou o nome do professor e trata o caso com discrição. "Primeiro vamos prender para depois dizer o nome. Não queremos uma nova Escola Base, como aconteceu em São Paulo", explicou. 

Segundo o policial, o professor foi afastado, mas continua recebendo o salário.

O suspeito foi para a casa da família em Alvinlândia na semana passada. Ainda segundo o delegado, o pai de uma das estudantes foi à cidade ameaçar o professor, que fugiu.

"Logo será preso. Ele está em uma cidade da região de Marília", disse o delegado, que espera concluir o inquérito em 30 dias.

Seu browser não suporta vídeos em HTML5

21/10/2016

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Professor é suspeito de abusar de cinco alunas no interior de SP

Justiça decretou a prisão temporária do docente; meninas, de 9 e 10 anos, teriam sido molestadas em escola de Lucianópolis

Sandro Villar - Especial para o Estado

PRESIDENTE PRUDENTE - Um professor de 36 anos é suspeito de abusar sexualmente de cinco alunas da Escola Municipal Jurandir Ferreira, em Lucianópolis, no centro-oeste de São Paulo. As meninas, de 9 e 10 anos, teriam sofrido os abusos entre maio e junho, dentro da unidade de ensino. Ele teve a prisão temporária decretada pela Justiça por estupro de vulnerável, mas está foragido.

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.