Procurador suspeita de grupos de extermínio

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, solicitou que a investigação da existência de grupos de extermínio em Goiás seja feita pela Polícia Federal. Esses grupos seriam formados por batalhões de elite da Polícia Militar (PM) e atacariam sobretudo moradores de rua. O pedido foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que decidirá se os casos ficam na esfera estadual.

O Estado de S.Paulo

12 Maio 2013 | 02h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.