Procurador-geral rebate críticas de secretário

O procurador-geral de Justiça, Fernando Grella Vieira, divulgou nota ontem apoiando decisão de promotores de investigar a operação na cracolândia e rebatendo críticas feitas no 'Estado' pelo secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, que chamou a ação da Promotoria de "oportunista", "pirotécnica" e "a favor dos traficantes".

O Estado de S.Paulo

12 de janeiro de 2012 | 03h03

"No Estado Democrático de Direito nenhum segmento ou ato estatal pode estar imune aos mecanismos constitucionais de controle", disse Vieira. "Servir aos interesses de traficantes é, sim, permitir a manutenção da situação atual dos dependentes químicos, sem assegurar-lhes adequado tratamento médico e assistência social."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.