Procurado pela justiça, presidente de escola de samba é detido na zona norte

PMs desconfiaram de um Captiva que estava atrás de um caminhão e fizeram a abordagem

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

20 de janeiro de 2012 | 06h04

SÃO PAULO - Com mandado de prisão preventiva decretado pela justiça no último dia 9, e condenado a seis anos e dois meses de prisão, o presidente da escola de Samba Camisa Verde e Branco, Ribamar de Barros, de 37 anos, foi capturado, às 3h30 desta madrugada de sexta-feira, 20, por policiais militares da 1ª Companhia do 9º Batalhão quando trafegava em um Captiva preto, numa das ruas da região da Casa Verde, zona norte de São Paulo.

 

Como o veículo estava em baixa velocidade e atrás de um caminhão, os policiais desconfiaram de um eventual assalto com sequestro e resolveram abordar o motorista. Com Ribamar os policiais encontraram cerca de R$ 11 mil, em notas. Ao ter os dados pesquisados no sistema integrado da polícia, os PMs verificaram que Ribamar era procurado. Ele afirmou que desconhecia o mandado de prisão expedido pela justiça.

 

Na delegacia da Casa Verde (13ºDP), foi constatado que Barros já tem passagem por tráfico, roubo, formação de quadrilha e extorsão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.