Procura por umidificadores de ar cresce até 150% em farmácias

A procura por umidificadores de ambientes disparou na cidade de São Paulo. Ontem, os aparelhos que amenizam os incômodos provocados pelo ar seco haviam desaparecido de pelo menos 11 farmácias e lojas espalhadas por todas as regiões da cidade. A procura pelo produto aumentou até 150% e já há fila de espera.

Paulo Saldaña, O Estado de S.Paulo

26 de agosto de 2010 | 00h00

"Acabou tudo, mais de dez unidades foram só hoje (ontem)", diz o atendente Ezequiel Araujo, de uma farmácia no Tatuapé, na zona leste. "Anotamos o nome e telefone de sete pessoas para avisarmos assim que o produto chegar."

Em outro local, a um quarteirão dali, outra dezena de aparelhos praticamente evaporou.

Não são poucas as pessoas que têm reclamado de problemas respiratórios. "Acabou tudo muito rápido. E olha que não é material barato, custa cerca de R$ 200", disse o balconista de uma farmácia na zona norte. "Até os inaladores estão acabando."

Uma das maiores redes de drogarias registrou aumento de mais de 50% na venda de umidificadores. Em outra rede de lojas, as vendas mais que dobraram neste ano, na comparação com 2009. Apenas em quatro unidades da empresa, a procura foi 150% maior que no ano passado.

A empresária Roberta Rubano, de 45 anos, considera seu umidificador a melhor compra do ano. "Foi o que me salvou, melhorei muito", afirma ela. "Meu filho estava ruim e o aparelho ficou no quarto dele", diz a empresária, que tem dois filhos - ambos com sinusite, doença que se agrava com a baixa umidade.

TIRE SUAS DÚVIDAS

Para evitar o desconforto

1.

É pior ficar em ambientes com ar condicionado?

Sim. Em dias secos, o melhor é evitar ar condicionado em casa e no trabalho. O aparelho deixa o ar ainda mais seco. Caso o calor seja insuportável, deve-se ligá-lo esporadicamente e tomar medidas para aumentar a umidade.

2.

O que fazer para amenizar o ar seco dentro de casa?

O melhor é usar umidificadores - preços a partir de R$ 70. Outra dica é molhar uma toalha e pendurá-la entre duas cadeiras, com uma das pontas num balde de água.

3.

É ruim tomar banhos muito longos durante o dia?

Banhos longos e muito quentes ressecam ainda mais a pele. Use hidratantes, sabonetes com glicerina e condicionadores para os cabelos.

4.

Há cuidados especiais para animais domésticos?

Eles devem ter acesso a água o tempo todo. É indicado evitar que façam exercícios entre 10h e 16h. E manter pelos curtos.

5.

E com as plantas?

Depende da espécie, mas em geral é bom ficar atento e manter a terra sempre úmida.

6.

Como saber o quanto de água é necessário beber?

Tome o dobro do que está acostumado. Se você bebe cinco copos de água por dia, tome dez. A quantidade indicada para evitar ressecamento das mucosas é de pelo menos dois litros por dia.

7.

Há outras dicas contra o mal-estar do ar seco?

No banho, a sugestão é usar água quente para produzir vapor. Dermatologistas indicam natação em piscinas aquecidas. Bacias de água nos cômodos reduzem o desconforto.

TWITTADAS

Tiago Leifert Apresentador do Globo Esporte

"Ah, então assim que é o Saara? Valeu. #saopaulosecou"

Rafael Cortez

Humorista do CQC

"Minha garganta dói. Dizem que, em tempos secos assim, isso é normal. Caraca, o que deve ter de otorrinolaringologista no sertão nordestino!"

Fabiana Weykamp

Metereologista da Climatempo

"Já mandei um e-mail para saopedro@ceu.com.br, mas até agora ele não me respondeu!"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.