Processo contra venda de sentenças é extinto

JUSTIÇA

, O Estado de S.Paulo

29 Setembro 2010 | 00h00

A ação penal para investigar 12 acusados de pertencer a uma quadrilha que negociava a venda de sentenças judiciais com o objetivo de fraudar a Receita Federal e, em menor escala, permitir o funcionamento de bingos, foi extinta anteontem. Para a juíza federal Paula Mantovani Avelino, a quebra dos sigilos telefônicos durante a investigação foram ilegais e as provas tiveram de ser anuladas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.