Jamil Chade/AE
Jamil Chade/AE

Problema em gerador provoca fumaça no Hospital das Clínicas

Superaquecimento e queima de óleo fizeram o incidente parecer um incêndio; ninguém ficou ferido

04 Março 2010 | 08h50

Um superaquecimento de um gerador de energia provocou muita fumaça na manhã desta quinta-feira, 4, em um dos prédios do complexo do Hospital das Clínicas, próximo à Avenida Paulista. A fumaça preta foi confundida com um incêndio, de acordo com informações iniciais do Centro de Operações dos Bombeiros (Cobom).

 

Veja também:

link Incêndio atinge subestação da Eletropaulo na Mooca

 

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a fumaça do gerador começou a sair por um vão entre o prédio da secretaria e uma rampa de acesso para o subterrâneo do Instituto do Câncer.

 

Sete equipes do Corpo de bombeiros foram acionadas pela Guarda Civil Metropolitana por volta das 8h15 para combater um suposto incêndio, mas a fumaça foi originada pela queima de óleo de um gerador, que entrou em funcionamento por falta de energia na região.

 

Informações divulgadas anteriormente pelos bombeiros davam conta que o possível incêndio teria ocorrido no prédio do Instituto do Coração (Incor), já desmentido pelo Centro de Operações dos Bombeiros (Cobom).

 

Segundo a assessoria do Incor, o problema ocorreu no prédio da Secretaria Estadual da Saúde, que desmente a informação. Já a assessoria do Hospital das Clínicas garante que o problema não ocorreu no edifício do Incor.

 

Pelo menos uma equipe dos bombeiros permanece no local para vistoria no local, segundo o Cobom. Ninguém ficou ferido.

 

Texto atualizado às 9h57.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.