Problema crônico na cidade

Há tempos reclamo do acúmulo de entulho e lixo orgânico deixado por carroceiros na calçada e na Rua Santa Madalena, próximo à esquina da Av. Brigadeiro Luís Antônio. O problema se agrava a cada dia. Houve aumento expressivo de pessoas de rua que acabam utilizando o mesmo local como moradia e banheiro. O local está imundo. No dia 14/12, depois de a sujeira ser espalhada pela chuva, a Prefeitura recolheu o lixo e, em questão minutos, dois carroceiros jogaram mais entulho. Liguei para o 190 e fui muito mal atendido. Perguntaram se eu já havia entrado em contato com o 156, respondi que sim e ficaram de mandar uma viatura investigar, o que não ocorreu. Trata-se de uma questão complexa, mas creio que os órgãos públicos têm outras maneiras de impedir que isso se repita, sobretudo em se tratando de região residencial, de alto fluxo de pessoas e veículos, que está se transformando num lixão.

, O Estado de S.Paulo

24 Dezembro 2010 | 00h00

LEONARDO PINTO SILVA / SÃO PAULO

A Subprefeitura Sé informa que, sempre que um ponto de descarte irregular de lixo e entulho é identificado, uma equipe é deslocada para realizar a limpeza. O despejo irregular de lixo e entulho se constitui em crime. A multa é de R$ 12 mil, se for pego em flagrante. Na região central, 10 multas foram aplicadas pela Subprefeitura Sé nos últimos meses. Para combater isso, a população não deve contratar o serviço de carroceiros e respeitar o horário previsto de coleta, utilizando ecopontos para maiores descartes. A população pode colaborar denunciando pelo 156 ou pelo Disque Limpeza (0800-7270211).

O leitor revela: O problema é crônico. Nessa terça-feira (21/12) havia mais lixo, além de televisor, monitor, tijolos, etc.

OBRA FORA DO PADRÃO

Fiscalização e multa

Há vários prédios sendo construídos na Rua Cardoso de Melo e verifiquei que um deles (no quarteirão entre as Ruas Ribeirão Claro e Nova Cidade) foi entregue com a calçada estreita, canteiros para plantas e com um declínio totalmente fora do padrão. Há alguma lei que defina os padrões de uma calçada e quem deve fiscalizar? Caso exista, por que isso não é feito?

JOSÉ MAURÍCIO D"ISEP / SÃO PAULO

A Assessoria de Imprensa da Subprefeitura Pinheiros informa que um agente vistor do órgão analisou o local no dia 16/12 e constatou que a obra de construção realizada está regular e autorizada pela Prefeitura. Mas o responsável foi multado por despejar água na via pública e por não manter o passeio público em perfeitas condições. A subprefeitura diz que manterá fiscalizações rotineiras no local para garantir que novos irregularidades sejam evitadas. Agradece o apoio da população, que pode colaborar com denúncias pelo 156, nas praças de atendimento das Subprefeituras ou pelo site (http://sac.prefeitura.sp.gov.br).

O leitor explica: Nada mudou, pois o fiscal foi enviado ao endereço errado. O local correto fica na Rua Cardoso de Melo, 688.

BAGAGEM DANIFICADA

Webjet não atende cliente

Quero registrar o total descaso com que a Webjet trata seus clientes. Embarquei em 3/9 no voo 6773 de São Paulo para o Rio de Janeiro e despachei minha bagagem. Mas quando fui retirá-la, a mala estava danificada, sem uma das rodinhas. Desde o dia 8/9 tento falar com a Webjet, que não demonstra interesse em solucionar a questão. Já liguei, mandei e-mail e de nada adiantou. As companhias aéreas no Brasil não tratam as pessoas com o devido respeito.

JÉSSICA RIBEIRO BARLETTA / SÃO PAULO

A Webjet não respondeu.

A leitora reclama: A mala foi retirada para conserto no dia 24/11, mas até hoje estou aguardando. Não consigo falar com ninguém nos telefones informados pela Webjet.

VAZAMENTO DE ÁGUA

Trabalho demorado

Desde o dia 21/11 há um vazamento de água no meio da Rua Ministro Rocha Azevedo, por cima da tampa do bueiro, esquina com a Alameda Franca. Já é a 3.ª vez que isso ocorre neste ano. Curiosamente a Sabesp está fazendo um grande trabalho no local.

VIRGINIA ANDRADE BOCK SION / SÃO PAULO

O superintendente da Unidade de Negócio Centro da Sabesp, Francisco José F. Paracampos, informa que equipes da Sabesp estiveram no local efetuando a manutenção do coletor de esgotos, de 12/11 a 14/12, solucionando o problema.

A leitora diz: O vazamento aparentemente foi sanado, mas foi feito um remendo malfeito no local. O asfalto está saliente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.