Problema antigo

CALÇADA DESNIVELADA

O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2012 | 03h04

Há anos reclamo em vão da condição da calçada na Rua Álvaro de Carvalho, centro, próxima do Metrô Anhangabaú. Ao lado do edifício onde moro existe um estacionamento, no n.º 98, e o passeio, na realidade, é uma rampa. Segundo o zelador do meu prédio, o proprietário já recebeu orientação de agentes da Prefeitura para regularizá-la, mas, mesmo assim, ele se recusa a consertá-la. Pelo visto, sai mais barato pagar a multa do que gastar com a reforma do piso. Cidadãos como ele deveriam sofrer punição em dobro, pois não se preocupam nem um pouco com o bem-estar dos pedestres, que podem cair e se machucar. E não é somente nesse local que a condição do passeio está crítica, pois quase toda a calçada dessa rua é desnivelada, inadequada. Já fiz inúmeras reclamações à Prefeitura antes dessa nova lei. Desde que me mudei para esse endereço, em 2000, o piso do número 134, no sentido centro, é o mesmo!

E.C. / SÃO PAULO

A assessoria de imprensa da Subprefeitura Sé informa que o proprietário do imóvel da Rua Álvaro de Carvalho, 98, centro, foi multado e intimado a regularizar o passeio, nos termos da Lei nº 15.442/11.

A multa será reaplicada a cada 30 dias até que ele comprove, na

subprefeitura, o reparo. Esclarece, ainda, que, numa busca no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), não foi encontrada nenhuma reclamação sobre o assunto.

A leitora analisa: Minhas reclamações são antigas e foram feitas de forma anônima no SAC da Prefeitura, quando ainda era possível fazer esse tipo de manifestação. A multa ao proprietário do estabelecimento é o mínimo que a Prefeitura faz.

ESGOTO EM VIA PÚBLICA

Demora para regularização

Moro na Rua D. Benedito Estevan dos Santos, zona norte, e aproveito este espaço para fazer uma denúncia. A rede de esgoto do meu vizinho desemboca na via pública. Já reclamei na Subprefeitura Vila Maria/Guilherme, em 7/2, mas até hoje nenhuma medida foi tomada. Além do mau cheiro, a sujeira pode resultar em doenças.

WAGNER SEIJI TODA / SÃO PAULO

A Sabesp informa que uma equipe esteve no local para uma vistoria, em 8/5, e constatou que o vazamento é proveniente de um imóvel localizado na Rua Padre Saboia de Medeiros, que possui interligação entre o ramal de esgoto e as galerias de águas pluviais, além de danificações. Ressalta que o proprietário do imóvel foi orientado sobre a necessidade de regularização.

O leitor diz: O problema foi solucionado, graças à intervenção do jornal. Quero registrar o descaso da Prefeitura, que não fez nada nem me respondeu.

RECAPEAMENTO DE VIAS

Serviço malfeito

Gostaria de relatar os danos feitos pela Comgás na Rua Vergueiro. Esta rua foi recentemente recapeada, no trecho entre a Avenida Ricardo Jafet e a Noé de Azevedo. Nas últimas semanas, a Comgás abriu várias valas entre a Avenida Lins de Vasconcelos e a Noé de Azevedo. Porém, ao contrário da determinação do Decreto Municipal, de que todo o pavimento deve ser refeito nesses casos, ainda mais em razão do grande número de valas, apenas foram feitos remendos.

RICARDO RAYES / SÃO PAULO

A ouvidora da Comgás, Ana Oliveira, informa que a concessionária já providenciou as recomposições do asfalto na Rua Vergueiro, na altura dos nº 2.900 e nº 3.200.

O leitor discorda: A Comgás disse que foi feita a recomposição do asfalto, mas é mentira (tenho fotos que comprovam o que afirmo). A empresa só refez os remendos. E fica tudo por isso mesmo. E a Prefeitura, o que diz a respeito? No máximo vai falar que notificou a Comgás.

Solicitei por meio deste espaço a colocação de asfalto na minha rua, Cel. João da Silva Feijó. A subprefeitura respondeu, na ocasião, que o serviço seria realizado no primeiro semestre deste ano e cumpriu com a palavra. O problema é a péssima qualidade do serviço realizado. Se era para fazer isso, que deixasse a rua como estava!

MANOEL PINTO NETO

/ SÃO PAULO

A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras, por intermédio da Superintendência de Usina de Asfalto (SPUA), esclarece que a Rua Cel. João da Silva Feijó está na programação para o futuro lote de recapeamento. A Subprefeitura Santana/Tucuruvi informa que entre janeiro e fevereiro foi realizada uma ação de tapa-buracos na via e que continuará realizando a manutenção até que seja feito o recapeamento.

O leitor diz: Espero que, desta fez, os responsáveis cumpram o que disseram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.