Prisão lotada raciona água, diz Defensoria

Penitenciárias superlotadas são obrigadas a racionar a água usada pelos presos por falta de abastecimento adequado, segundo a Defensoria Pública de São Paulo. Duas penitenciárias de Guareí, na região de Sorocaba, foram inspecionadas entre outubro de 2011 e dezembro de 2012. A Secretaria da Administração Penitenciária admitiu o problema e diz que está regularizando o fornecimento.

O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2013 | 05h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.