Prisão de Pocholín é destaque nos jornais espanhóis

A prisão de Joseba Gotzon Vizan González no Rio foi destaque na imprensa espanhola. O jornal El País, de maior circulação na Espanha, destaca que essa é a terceira detenção de alguém envolvido com o grupo separatista basco ETA e a 36ª desde o início da legislatura atual, iniciada em 2011. A prisão, segundo o jornal, se deveu às investigações do Comissariado-Geral de Informação espanhol.

O Estado de S.Paulo

19 Janeiro 2013 | 02h03

A reportagem informa ainda que o suspeito "nunca foi condenado por suas ligações com a ETA" e fazia parte de uma célula dependente do grupo, o Comando Vizcaya. Depois de fugir da Espanha em 1991, González teria ido para a França, de onde supostamente teria colaborado com a cúpula separatista.

O jornal El Correo, líder de circulação no País Basco, informou que Pocholín teria se integrado à rede do grupo separatista em 1987 e participado de vários ataques. A publicação de Bilbao detalha a lista de seis homicídios que teriam tido participação da célula. Segundo a reportagem, González teria morado no México nos anos 1990.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.