Primo do ex-goleiro é solto e entra para o programa de proteção a testemunhas

Jorge Luiz Rosa - primo do ex-goleiro Bruno Fernandes (foto) e condenado por participação no sequestro e assassinato da ex-amante do atleta Eliza Samudio - está solto. Com 17 anos à época da denúncia e hoje com 19, Rosa foi condenado a medida socioeducativa em agosto de 2010, dois meses depois do desaparecimento de Eliza.

O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2012 | 03h05

Ele deixou o centro onde cumpria a medida na semana passada, mas a libertação não foi divulgada pelo Tribunal de Justiça de Minas. Segundo o governo, Rosa foi incluído no programa de proteção a testemunha. No mês passado, outro primo de Bruno, Sérgio Rosa Sales, foi assassinado, mas a polícia disse que a morte não tem relação com o caso Eliza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.