Primo do cantor Marrone recebe alta da UTI após queda de helicóptero

Ele está consciente e estável; acidente foi no último dia 2

Priscila Trindade, Estadão.com.br

30 de maio de 2011 | 14h15

SÃO PAULO - O primo e secretário particular do cantor Marrone - da dupla sertaneja Bruno e Marrone -, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base de Rio Preto, no interior de São Paulo, na manhã desta segunda-feira, 30. Ele estava internado desde o último dia 2 após a queda do helicóptero onde ele, Marrone e o piloto Almir Carlos Bezerra estavam.

Segundo a unidade, Jardel está no quarto, estável e consciente, porém um pouco confuso. Ainda não há previsão de alta. Jardel teve trauma cranioencefálico, fraturas nos dois braços e quadril e lesão abdominal.

Almir Carlos Bezerra, piloto do helicóptero, também se feriu e teve o pé esquerdo amputado devido a queda da aeronave. Marrone também ficou internado. Ele sofreu escoriações nos braços e nas pernas.

A aeronave apresentou problemas depois de ter decolado do aeroporto de São José do Rio Preto. O piloto tentou fazer a aeronave retornar à pista, mas não conseguiu. O helicóptero caiu nas proximidades da pista do aeroporto.

Marrone, que havia comprado o helicóptero porque tinha medo de voar de avião, viajava para São Paulo para visitar a filha recém-nascida. Seu parceiro de dupla sertaneja, Bruno, deixou Curitiba em um voo convencional e estava em Uberlândia (MG), onde mora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.