DANIEL TEIXEIRA/ ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ ESTADAO

Frente fria derruba temperatura em São Paulo a partir desta quarta-feira

Capital paulista pode registrar novos recordes tanto na quinta-feira, quanto na sexta-feira

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2022 | 14h38
Atualizado 03 de maio de 2022 | 21h26

A primeira semana de maio será marcada por calor, chuva, ar seco e frio em São Paulo: haja saúde para lidar com tanta variação de temperatura. Depois de dias quentes, na quarta-feira, 4, é momento de reservar o agasalho, pois uma nova frente fria se forma e avança para São Paulo. A mínima deve ser de 14ºC.

"Este sistema já vai deixar o tempo instável e com temperaturas mais baixas. O dia ainda deve começar abafado em muitas áreas, mas a partir da tarde as temperaturas começam a cair", disse a empresa Climatempo.

A partir de quinta, 5, a chuva se afasta e o ar seco volta a ganhar força. Por influência do ciclone que atua na costa do Sul do Brasil, algumas rajadas de vento podem acontecer pelo Estado de São Paulo. No entanto, mesmo com a presença do sol, a tendência é de dias mais frios, tanto durante as noites e madrugadas, quanto durante as tardes.

As cidades do sul e leste do Estado devem sentir mais esta queda de temperatura. No interior, as tardes não devem ser tão frias e até volta a esquentar na sexta-feira, 5.

Frio recorde na capital paulista

Até o momento, a menor temperatura registrada na cidade de São Paulo em 2022 foi de 13,1°C no dia 16 de abril. Enquanto a menor máxima foi com registro de 20,8°C no dia 9 de janeiro. A capital paulista pode registrar novos recordes de menor temperatura tanto na quinta-feira, quanto na sexta-feira. As madrugadas serão frias neste período, ficando em torno de 12 a 13°C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.