Primeira penitenciária administrada pela iniciativa privada é inaugurada em Minas

A primeira penitenciária administrada pela iniciativa privada do País começou a funcionar ontem em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O Estado de S.Paulo

19 Janeiro 2013 | 02h01

O complexo terá cinco unidades e só a primeira já está pronta. O conjunto vai poder receber 3.040 detentos, todos homens. O investimento do consórcio Gestores Prisionais Associados (GPA), ganhador da licitação, foi de R$ 280 milhões - para obra, contratação e treinamento dos funcionários.

Ontem, 608 presos começaram a ser transferidos pelo governo de Minas para a nova penitenciária. O consórcio vai administrar o local por 25 anos e receber R$ 2,7 mil mensais por preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.