Primeira indenização referente à queda de Learjet sai nesta 5ª

No último dia 4, o jato atingiu quatro casas na Zona Norte da capital paulista; acidente deixou oito mortos

Elvis Pereira, do estadao.com.br

29 de novembro de 2007 | 18h18

A Defensoria Pública, advogados da empresa Reali Taxi Aéreo e a seguradora Unibanco/AIG assinaram nesta quinta-feira, 29, o primeiro acordo para indenizar o dono de uma das quatro casas atingidas por um jato Learjet 35 no último dia 4. Os imóveis estão localizados na Casa Verde, zona norte da capital paulista.      Veja Também:      Veja especial sobre o acidente     Segundo a Defensoria, uma cláusula de sigilo impede a divulgação do valor do ressarcimento por danos morais e materiais. Novas audiências devem ocorrer na próxima semana. No acidente, a aeronave caiu pouco depois de decolar do Campo de Marte. Oito pessoas morreram.   O acidente aconteceu quase quatro meses depois da tragédia do vôo da TAM, em Congonhas. Oito pessoas morreram, entre eles, Luan, um bebê de dez meses.

Tudo o que sabemos sobre:
Learjetcaos aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.