Primeira-dama de Limeira (SP) é presa em operação do MP

Constância Félix é investigada por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, sonegação fiscal, furto qualificado e falsidade ideológica

estadão.com.br,

24 Novembro 2011 | 11h39

SÃO PAULO - A mulher do prefeito de Limeira, no interior de São Paulo, foi presa na madrugada desta quinta-feira, 24, durante operação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado, de acordo com o MP.

Além de Constância Félix, segundo o site EPTV, outras 11 pessoas também foram detidas. Ela é investigada pelo MP por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, sonegação fiscal, furto qualificado e falsidade ideológica. Os valores da lavagem de dinheiro podem ultrapassar os R$ 20 milhões, de acorod com o site.

Já tiveram os nomes confirmados além da primeira-dama, o assessor político da prefeitura, Carlos Henrique Pinheiro, os filhos da primeira-dama, Mauricio Félix, que foi preso em Piracicaba e Murilo Félix, em São Paulo, as irmãs da primeira-dama, Verônica Dutra Amador e Lucimar Berberti Dutra, e o contador do prefeito, Daniel Henrique Gomes da Silva e uma mulher suspeita de ser laranja no esquema investigado, Lucélia Baliani. Também estão presos Isaías Ribeiro e Maria Alves de Sousa. As informações são do site EPTV.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.