Primeira cassação de vereadores em SP ocorreu há dez anos

Envolvidos na Máfia dos Fiscais, Vicente Viscome e Maeli Vergniano foram os primeiros cassados da Casa

estadao.com.br,

19 Outubro 2009 | 18h51

A primeira cassação da Câmara Municipal de So Paulo aconteceu há mais de 10 anos, em 29 de junho de 1999. O ex-vereador Vicente Viscome teve seu mandato cassado e foi condenado prisão sob acusação de chefiar a Máfia dos Fiscais. A ex-vereadora Maeli Vergniano também perdeu o cargo por participar do mesmo esquema. Ambos tiveram os direitos políticos suspensos por oito anos. Essas foram as únicas duas cassações registradas na história da Casa.

 

Veja também:

linkJustiça cassa um quarto dos vereadores da Câmara de SP

 

A Máfia dos Fiscais foi descoberta em 1998, durante a gestão do ex-prefeito Celso Pitta, quando vários vereadores foram acusados de cobrar propinas de ambulantes e comerciantes nas antigas administrações regionais (as atuais subprefeituras).

 

A revelação do esquema aconteceu com a prisão em flagrante do fiscal Marco Antônio Zeppini, no momento em que ele recebia R$ 30 mil de uma comerciante que tentava abrir uma academia de ginástica na Rua Augusta. Segundo o Ministério Público do Estado, a Máfia extorquiu R$ 436 milhões. Mais de 600 pessoas foram investigadas, 155 denunciadas e 49 condenadas. Entre os vereadores da época, 16 ficaram sob investigação. Oito deles foram denunciados.

 

Viscome cumpriu quatro anos e meio de prisão dos 16 a que foi condenado. Em 2007, a pena foi extinta. Nas eleições de 2008, Viscome concorreu novamente a uma cadeira na Câmara Municipal pelo PT do B. Ele não se elegeu.

 

Deputado cassado

 

O ex-deputado estadual Hanna Garib, que renunciou ao cargo de vereador para assumir na Assemblia, também foi cassado por participar da chamada Máfia dos Ficais. Entre 1997 e 1999, Garib era vereador e controlava a Administração Regional da Sé.

 

 

Mais conteúdo sobre:
SPCâmara dos Vereadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.