PRESTE ATENÇÃO...

1. Fuja das abordagens e da oferta de táxi na área de desembarque no aeroporto. Logo após desembarcar em Congonhas, desça a rampa até o térreo, onde ficam os carros das empresas credenciadas.

O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2012 | 03h02

2. Se optar por uma empresa que exige pagamento prévio, no balcão, peça recibo e anote a identificação do carro e do taxista.

3. O táxi paulistano precisa ter o selo amarelo do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) colado no para-brisa do táxi. Os dizeres "taxímetro aferido" também garantem que será cobrado o valor correto.

4. O anúncio do telefone da Prefeitura (156) para reclamações e sugestões também precisa estar afixado na parte de trás do veículo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.