PRESTE ATENÇÃO...

1.O golpe mais comum é o do seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), também conhecido como seguro obrigatório. Uma pessoa contata um parente da vítima de um acidente sugerindo a intermediação do recebimento do dinheiro, serviço que não existe.

O Estado de S.Paulo

08 Março 2012 | 03h05

2.Em caso de morte ou invalidez, parente da vítima tem direito a receber R$ 13,5 mil, que podem ser solicitados nas corretoras e é liberado em 30 dias. O pedido pode ser feito no site www.dpvatsegurodotransito.com.br.

3.O cidadão também pode receber oferta de apólice bem mais barata de uma associação. Só seguradoras podem oferecer o serviço.

4.Confira a habilitação do corretor no site da Federação Nacional dos Corretores (www.fenacor.com.br). Ou com a Susep (0800- 021-8484 ou no site www.susep.gov.br).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.