Preste atenção...

1. Não dê informações.

, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2011 | 00h00

Muitas vezes, o bandido consegue fazer a vítima falar nomes e se aproveita de informações para ilustrar a falsa história.

2. Desligue o telefone.

Procure localizar a suposta vítima de sequestro. Segundo especialistas, o melhor é manter a calma e desligar o telefone. Se for crime mesmo, o bandido liga de novo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.