Preste atenção...

1. Transporte. Na viagem de carro, o cachorro deve ser levado em uma caixa especial. Ele nunca deve ficar solto. Isso seria um perigo para os passageiros e para o bicho.

, O Estado de S.Paulo

22 de dezembro de 2010 | 00h00

2. Tempo. Ele não deve ficar mais cinco horas em trânsito. E a cada duas horas é importante fazer uma parada de pelo menos 15 minutos, e deixar o animal sair da caixa.

3 Distância. Se a viagem for mais longa, melhor seria despachá-lo de avião. É mais seguro e confortável para o animal.

4 Temperatura. Se o cão for dentro da caixa, é importante que o carro tenha ar-condicionado. Caso contrário, deixe-o em casa. É verão, ele pode não suportar a viagem. Não esqueça de levar forro extra da caixa para trocar.

5 Jejum. Não alimentá-lo pelos menos oito horas antes de partir é a dica para que o bicho não passe mal no carro e cause transtornos a todos.

6 Nunca só. Se for viajar, não deixe o cão sozinho em casa. Ele pode ficar doente. O cachorro gosta de companhia. Precisa passear e, se possível, conviver com outros animais, para que não fique estressado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.