Presos saltam algemados de caminhão a 100 km por hora

Presidiários conseguem estourar abertura de 50 centímetros no tubo de ventilação do veículo e escapar

José Maria Tomazela, do Estadão,

27 de agosto de 2007 | 18h42

Apesar de algemados, dois presos conseguiram estourar a abertura de ventilação e saltar de um veículo que rodava a 100 quilômetros por hora, no final da tarde de sábado, 25, em Itapetininga, região de Sorocaba. A fuga ocorreu durante a transferência de um grupo de 18 detentos do presídio de Itapetininga para a Penitenciária 2 de Sorocaba. Os três agentes que estavam no "bonde", como é chamado o caminhão com baú usado para o transporte de presos, só perceberam a fuga ao chegarem no destino. Um guarda da muralha da P2 de Sorocaba avisou que o caminhão tinha um buraco de 50 centímetros de diâmetro no teto. Foi dado o alarme e as polícias militar e rodoviária passaram a bloquear as estradas da região. A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) confirmou a fuga, mas não forneceu os nomes dos detentos. A varredura da polícia incluiu hospitais, já que, presumivelmente, os detentos se feriram ao pular do caminhão. Até a tarde desta segunda-feira, apesar de algemados, eles não tinham sido recapturados. Segundo a SAP, os presos eram considerados de baixa periculosidade, por isso viajavam sem a escolta de viaturas.

Tudo o que sabemos sobre:
PresosItapetininga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.