Presos protestam e se recusam a voltar para celas em SP

Protesto aconteceu em oito CDPs e motivo seria a transferência de dois membros do PCC, diz TV

Elvis Pereira, do estadao.com.br

24 de dezembro de 2007 | 20h25

Presos de pelo menos oito Centros de Detenção Provisória (CDPs) do Estado de São Paulo se recusaram a voltar para as celas no horário determinado no fim da tarde desta segunda-feira, 24, véspera de Natal. Segundo a Rádio Jovem Pan, o motivo do protesto seria a transferência de dois membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital do presídio de Araraquara, no interior do Estado, para uma unidade liderada por outra facção.   No CDP da Vila Independência, na Vila Prudente, zona leste da capital paulista, os detentos teriam de retornar para as celas às 18 horas, mas só entraram às 19h15. A mesma situação se repetiu nos CDPs de Osasco I e II, São Bernardo do Campo, Hortolândia, Franco da Rocha, Mogi das Cruzes e São José do Rio Preto. A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) não soube informar a razão dos motins e disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que não irá se manifestar sobre o caso.   Texto atualizado às 21h16 

Tudo o que sabemos sobre:
PenitenciáriaSAPNatal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.